Cibersegurança

Exclusivo

Quem são os "antivírus" portugueses que nos protegem de ataques

São três as estruturas do Estado que têm como missão prevenir e combater o Cibercrime em Portugal. Sempre que soam alarmes no ciberespaço, a Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica (UNC3T), o Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) e o Serviço de Informações de Segurança (SIS) trabalham em sintonia com partilha de informação, para proteger Portugal de ataques informáticos, mas também investigá-los e levar os piratas aos tribunais.

Imagens

Últimas