Comportamento

Comportamento

Dicas para um natal verde e sem complicações

Um Natal amigo do ambiente pode começar já, ou seja, no momento em que se sai de casa para comprar prendas e tudo o que é preciso para a época. Uma lista bem feitinha, com tudo anotado como deve ser, e uma estratégia geográfica pensada ao pormenor, com mapas e trajetos se necessário for, são fundamentais para tirar menos vezes o carro da garagem, usufruir mais do comércio tradicional e evitar perder tempo na estrada e em filas de trânsito. É possível agrupar compras numa só saída e até combinar essas incursões natalícias com amigos e familiares. Recomenda-se o uso […]

comportamento

Os filhos crescem. Como dar-lhes asas para voar?

Duarte tem sete anos e já faz os trabalhos de casa sem o apoio permanente dos pais, um pulo desde o 1.º ano da escola. Está mais autónomo nesta parte, noutras também. Certo dia, descalçou-se, arrumou as sapatilhas e contou à mãe, que lhe perguntou se tinha aproveitado para tratar dos sapatos da irmã Margarida, de quatro anos. Não o tinha feito. A mãe explicou-lhe a importância da entreajuda, da partilha, do amor e da família, lembrou-lhe que quando cozinha, cozinha para todos. Duarte escutou, não disse nada, ficou a pensar. Há dias, a mãe pediu-lhe para colocar a roupa […]

comportamento

O que contam os desenhos de uma criança

Texto por Sofia Teixeira Quando se desenha a si própria ou à sua família, quando desenha a sua casa, os amigos ou um momento das férias, a criança está a comunicar. O desenho como forma de expressão não tem idade mas, para os petizes, ele revela-se uma ferramenta essencial na medida em que lhes permite comunicar de forma mais natural. “A criança organiza as ideias predominantemente através de imagens e o desenho permite que consiga fazer uma transposição direta do que está pensar”, explica o psicanalista Nuno C. Sousa. Por outro lado, sobretudo até por volta dos sete anos, as […]

comportamento

As guerras do ar condicionado

Texto de Sara Dias Oliveira A temperatura, quando nasce, deveria ser para todos. A natural, do céu e da terra, é assim, e é mesmo para todos. A artificial é outra conversa. Tumultuosa, por vezes. Quando não há consenso quanto a um botão que gere um aparelho eletrónico, o clima pode aquecer ou arrefecer no local de trabalho. A culpa não será do ar condicionado, essa maquinaria comandada por mão humana e que não tem boca para se defender. Agradar a gregos e a troianos nunca foi tarefa fácil. Há quem assista às discussões dos colegas sem se meter na […]

Imagens

Últimas