cuba

Diplomacia

Síndrome de Havana: mais stresse do que ataque da Rússia, diz a CIA

Investigação da Agência Central de Inteligência conclui que a misteriosa doença, inicialmente diagnosticada em Havana, em 2016, e depois relatada com manifestações clínicas semelhantes nas missões diplomáticas americanas por todo o mundo, serão mais causadas por stresse e excesso de trabalho do que por qualquer "ataque acústico" imputável à Rússia ou a qualquer outra potência rival dos Estados Unidos, como se especulou nos últimos anos.

Imagens

Últimas