O Jogo ao Vivo

Demissão

Marta Temido

Costa sem condições para não aceitar demissão "desta vez"

O primeiro-ministro afirmou, esta terça-feira, que espera que ainda seja a ministra da Saúde demissionária, Marta Temido, a escolher a direção executiva do SNS e a levá-la ao Conselho de Ministros, que deverá reunir a 15 de setembro.​​​​​​ António Costa admitiu que "não estava a contar" com a demissão e revelou que a morte de uma grávida, no sábado, ultrapassou a "linha vermelha" que Temido tinha traçado para si própria. E acrescentou: "desta vez", teve de aceitar o pedido da ministra.

Imagens

Últimas