depressão

Exclusivo

Pedro, "Paulo" e Hélder: os polícias que já não sofrem em silêncio

Ao contrário de outros polícias que não reconheceram as suas vulnerabilidades e só soubemos delas mais tarde, depois de se suicidarem, Pedro, "Paulo" e Hélder encararam as questões da saúde mental como algo natural e procuraram ajuda. Mas não deixam de imputar culpas à PSP e à GNR, por terem mergulhado no problema. Para as forças de segurança, fenómenos como o "burnout" ou o suicídio no seio policial ainda são embaraços que raramente se mencionam.

Imagens

Últimas