desperdício alimentar

Investigação

Desperdício alimentar: o vilão escondido do impacto ambiental

Numa altura em que emergem aplicações para enfrentar o desperdício alimentar, a pandemia provou que a mudança de hábitos começa em casa. Menos idas ao supermercado, restaurantes fechados e olhares atentos foram alguns dos contributos para que 36% dos portugueses mandassem menos comida para o lixo, durante o confinamento. Só em Portugal, estima-se que, por ano, um milhão de toneladas de alimentos acabem no lixo - resultados que contrastam com as 820 milhões de pessoas que passam fome no Mundo.

Investigação

Num ano desperdiçaram-se 931 milhões de toneladas de comida no Mundo

17% da comida disponível no mundo - em supermercado, armazéns e restaurantes - foi desperdiçada. Os números partilhados pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) tornam-se ainda mais alarmantes, quando 14% da comida é desperdiçada antes mesmo de chegar aos pontos de venda. Contrariando expectativas, esta não é uma situação habitual apenas nos países ricos. O desperdício está "em todo o lado".

Imagens

Últimas