Evasoes

Comer

As francesinhas para comer à mão estão em Matosinhos

O espaço de restauração do MarShopping - Food Experience - aumenta a sua gama de sabores com dois novos quiosques: a Sandinha e a Taequeria. A Sandinha, nascida no Mercado do Bom Sucesso, serve francesinhas que se comem à mão. Há seis variedades: tradicional (fiambre, mortadela, carne assada e linguiça), horta (vegetariana com tomate, cebola caramelizada, cogumelos frescos), special (presunto, queijo brie, chutney de manga), rosbife (rosbife, cebola roxa e bacon, mostrada de Dijon) e kids (fiambre, carne assada e salsicha de cachorro). Já a Taequeria dedica-se aos tacos e às quesadillas mexicanos, com assinatura do chef João Pupo Lameiras. […]

Comer

Aprenda a fazer esta deliciosa açorda com pão alentejano

Receita Açorda real (camarão e lagosta) (para 1 pessoa) Meio pão alentejano 100 g coentros 6 dentes de alho seco 5 cl azeite 12 camarões 100 g lagosta 1 ovo Sal   Preparação Demolhe o pão com 50 cl de água. Coloque num tacho em lume brando e junte o sal, os coentros e o alho, que deve ser previamente frito no azeite. Mexa durante 15 minutos até cozer e, se necessário, adicione mais água até obter a textura desejada. Depois de cozida, colocar num prato com o ovo e, por cima, pousar o camarão descascado e a lagosta desfiada […]

Ar livre

Lisboa tem um jardim com esquilos aberto todo o ano

Esquilos, gansos, garças, pavões, patos e outras aves são alguns dos animais que povoam o Jardim Botânico Tropical, em Belém. O jardim, instalado em 1906 na quinta que fazia parte do Palácio de São Bento, passou para a alçada da Universidade de Lisboa em 2015 e vai ser remodelado em breve, mas a boa notícia é que mesmo durante as obras continuará visitável. O percurso começa numa alameda de palmeiras americanas e mexicanas centenárias. Depois, basta começar a olhar com atenção para as plantas e respetivas placas informativas que se encontram em toda a área do jardim. São cerca de […]

Notícias

Estes são os 8 hotéis mais baratos de Lisboa, diz jornal

Hotéis com vista, com pequenos-almoços dignos de banquete, situados no centro histórico e outros que primam pela arquitetura e modernidade estão entre aqueles que impressionaram a jornalista do Mail Online na pesquisa dos hotéis «mais baratos» da cidade. São oito, e ficar hospedado neles permite conhecer «as pitorescas e inclinadas ruas» de Lisboa, os seus «museus fascinantes», mesas e balcões onde se serve uma «deliciosa cozinha», tudo sem ser necessário sem ter de «rebentar o banco» para pagar a conta no final da estada, descreve o artigo. O conselho, no fundo, é poupar no hotel sem comprometer os padrões de […]