Histórias

Histórias

Berlindes: esferas de poder desde a antiguidade

Os abafas, os cebolinhas, os vidrinhos, até as vacas leiteiras. São várias as gírias atribuídas aos diferentes tipos de berlindes. Em Portugal, a tradição deste jogo tem várias gerações e continua a exercer fascínio. As regras são simples: basta fazer uma cova no chão, atirar para lá o berlinde e, depois, ir eliminando os dos adversários, acertando-lhes em cheio. Quem conseguir fazer com que um dos concorrentes fique sem as pequenas esferas no espaço de jogo é considerado vencedor. O modo de jogo varia de país para país. No Brasil, por exemplo, onde o berlinde é conhecido como bola de [...]

Histórias

O "Restaurante dos Pedidos Errados" que só contrata pessoas com demência

Imagine que vai a um restaurante, acomoda-se, dá uma vista de olhos pela ementa e faz o pedido. No entanto, quando a comida chega, percebe que se enganaram no prato. Essa é a premissa do "The Restaurant of Order Mistakes" ("O Restaurante dos Pedidos Errados", em livre tradução). O espaço funcionou durante alguns dias em Tóquio, com o objetivo de chamar a atenção para a demência, deficiência cognitiva persistente e progressiva, que afeta a memória e a capacidade de resolver problemas simples e interfere nas atividades do dia a dia de muitas pessoas. Pois era esse, precisamente, o quadro clínico [...]

Histórias

António Cunha: minhoto cosmopolita

O primeiro emprego foi na discoteca do pai, a loja onde nos anos 1970 os bracarenses compravam vinis. Tem por isso, desde adolescente, uma relação íntima com a música. Elege Rachmaninoff - "o Concerto n.º 2 para piano e orquestra enche-me as medidas", diz - e Pink Floyd. Ainda hoje revisita The Dark Side of the Moon, lançado em 1973, tinha ele 12 anos, e The Wall, o álbum que celebra o grito "professores, deixem as crianças em paz", do ano em que cumpriu 18 anos e que o marcaria para sempre. A docência na Universidade do Minho, instituição de [...]

Imagens

Últimas