hospitais

SNS

Região de Lisboa com gestão centralizada nos internamentos de covid-19

Depois das críticas que se têm ouvido nas últimas semanas sobre a dificuldade dos médicos em reencaminharem doentes com covid-19 para outras unidades hospitalares, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo anunciou a entrada em funcionamento de um modelo de gestão centralizada dos internamentos. Terça-feira estavam ocupadas 420 de 517 camas.

Imagens

Últimas