Ihor Homeniuk

Julgamento

Inspetor sobre Ihor: "Parti do princípio de que já estava desalgemado"

O superior hierárquico dos três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) acusados de terem matado à pancada um cidadão ucraniano no aeroporto de Lisboa defendeu esta quarta-feira, em tribunal, que, após terem deixado Ihor Homeniuk algemado, os arguidos não tinham legitimidade para desalgemá-lo sem tal lhes ser ordenado. E admitiu que nunca deu qualquer instrução para que o ofendido fosse solto.

Imagens

Últimas