Investigação

Investigação

Desperdício alimentar: o vilão escondido do impacto ambiental

Numa altura em que emergem aplicações para enfrentar o desperdício alimentar, a pandemia provou que a mudança de hábitos começa em casa. Menos idas ao supermercado, restaurantes fechados e olhares atentos foram alguns dos contributos para que 36% dos portugueses mandassem menos comida para o lixo, durante o confinamento. Só em Portugal, estima-se que, por ano, um milhão de toneladas de alimentos acabem no lixo - resultados que contrastam com as 820 milhões de pessoas que passam fome no Mundo.

Imagens

Últimas