IPSS

Coimbra

Relação manda repetir julgamento da IPSS Goltz de Carvalho

O Tribunal da Relação de Coimbra (TRC) ordenou, esta semana, a repetição do julgamento que envolve a Associação Goltz de Carvalho, Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) da Figueira da Foz, e em que o seu presidente, António João Paredes, tinha sido condenado numa pena de cinco anos e meio de prisão, por crimes de furto qualificado e falsificação de documentos. Direito ao contraditório foi violado, concluiu a Relação.

Imagens

Últimas