Jerónimo de Sousa

Política

Paulo Raimundo promete combater PS. "Quem quer o fim do PCP, espere sentado"

Jerónimo de Sousa despediu-se formalmente do cargo de secretário-geral do PCP, este domingo, com um abraço ao seu sucessor, Paulo Raimundo, acompanhado por uma ovação, de pé, que durou quase dois minutos. O novo rosto principal dos comunistas agradeceu a Jerónimo pelo "empenho" e pelo "contributo", dizendo que a transição não é um "adeus" e sim um "até já". Mas as primeiras palavras de Raimundo não estavam previstas no discurso: "Que grande é o nosso partido!", exclamou. Durante vários minutos, tudo o que se ouviu na sala foram palmas e gritos de "PCP".

Imagens

Últimas