Portugal Telecom

Economia

PT admite concentração de depósitos e aplicações no GES

A Portugal Telecom admite que no final do ano passado tinha uma concentração de depósitos e aplicações de tesouraria no Grupo Espírito Santo/Banco Espírito Santo que atingia um montante de 750 milhões de euros. Em informação à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, a PT assume que não estava a cumprir uma "efetiva diversificação" das aplicações.

Imagens

Últimas