professores

Ensino de Português

Sindicato denuncia deficiência no ensino de português à distância. Instituto Camões contesta

O Sindicato dos Professores nas Comunidades Lusíadas (SPCL) denunciou, esta semana, "insuficiências" no Ensino do Português no Estrangeiro (EPE) à distância, devido à falta de equipamentos adequados para o acesso à internet da parte de alunos e professores. Por outro lado, o Instituto Camões afirma que as coordenações de EPE não registaram até ao momento casos de professores impedidos de trabalhar à distância por falta de recursos necessários.

Imagens

Últimas