raspadinhas

Entrevista JN/TSF

"Nenhum indicador aponta para dependência patológica da raspadinha"

Num momento em que se anuncia a chegada dos milhões da "bazuca" europeia, o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e coordenador da Comissão de Estratégia Nacional de Luta contra a Pobreza traça o retrato das prioridades e coloca as crianças no centro das medidas públicas. Sobre a polémica em torno da raspadinha, Edmundo Martinho rejeita acusações de que se tenha tornado um jogo viciante ou com problemas específicos entre os mais pobres.

Imagens

Últimas