Setúbal

Exclusivo

Tribunal decidiu há um mês que Jéssica não precisava de proteção

O Tribunal de Família e Menores (TFM) de Setúbal decidiu arquivar o processo judicial de promoção e proteção de Jéssica Biscaia, menina de três anos que morreu em consequência de agressões físicas, no passado mês de maio. A equipa da Segurança Social que acompanhava o caso não identificou e reportou ao Ministério Público qualquer situação que pudesse pôr em perigo a menina de três anos.

Setúbal

Mãe de Jéssica não quis leva-lá ao hospital por medo

Paulo Amâncio, companheiro da mãe de menina morta em cenário de maus tratos, alega ter sido enganado sobre o paradeiro da criança. Horas antes de ter sido levado para a PJ contou que "a Inês não quis levar a menina ao hospital porque tinha medo que descobrissem onde a criança esteve. Não tinha sido numa colónia de férias, mas sim numa casa miserável ao cuidado de uma pessoa sem condições".

Imagens

Últimas