sondagens

Exclusivo

Um terço defende uso livre da canábis, um quinto já experimentou

Dois terços dos portugueses (62%) defendem a regulamentação da canábis e um terço (30%) até admite a utilização de forma livre e sem controlo (seja para uso recreativo, 14%, ou medicinal, 16%). Um quinto (23%) já experimentou esta substância. Dados revelados no Eurobarómetro sobre o impacto das drogas nas comunidades locais. Em que mais de metade dos portugueses afirmam que, nas zonas onde vivem, as pessoas que consomem ou traficam constituem um problema grave (55%).

Imagens

Últimas