vacinas

Covid-19

É possível fazer uma boa vacina à velocidade da Rússia?

Depois de anunciar na terça-feira que desenvolveu a "primeira" vacina contra a covid-19, batizada de "Sputnik V", a Rússia pretende posicionar-se na vanguarda da corrida global com importantes repercussões financeiras. Mas será possível fazer uma boa vacina tão rapidamente? A OMS e a comunidade científica alertam que é preciso ter cuidado com os efeitos do anúncio e a possibilidade de deceção.

Covid-19

Tem 71 anos e é voluntária nos testes da vacina para o coronavírus

Chama-se Lynda Terrell, tem 71 anos e um amor inabalável pelo Manchester City, clube da terra de onde partiu há quatro décadas para ir viver nos Estados Unidos da América (EUA). Além da paixão pelo futebol, a britânica é adepta da solidariedade e nem a diabetes tipo 2 a impediu de se voluntariar para os testes de uma das vacinas mais promissoras na luta contra a covid-19, a da empresa farmacêutica Moderna.

Imagens

Últimas