Violência

Arguido matou ex-sogro

"Há situações que justificam agressões"

O Ministério Público (MP) pediu, esta quarta-feira, uma pena de prisão efetiva para Bruno Domingos, o arguido acusado de matar o antigo sogro à pancada, em Marvila, Lisboa, por acreditar que este tinha violado a filha (neta da vítima mortal). Anos antes, a justiça tinha arquivado um inquérito sobre a suspeita de abusos sexuais. No final do julgamento, no Tribunal de Lisboa, o advogado de defesa pediu a condenação do arguido apenas por ofensas à integridade física, alegando que o arguido nunca quis provocar a morte da vítima, mas poderia ter razões para o agredir.

Imagens

Últimas