flores

Flores de papel a colorir Odemira até ao final de junho

Flores de papel a colorir Odemira até ao final de junho

Odemira "vestiu-se" com milhares de flores de papel para o Festival dos Mastros, na vila de São Teotónio. O festival, que arranca no sábado e se prolonga até ao final do mês, promete muita diversão e animação.

O evento, que se realiza de dois em dois anos, conta já com a sua 16.ª edição, mas a tradição tem origens bem mais antigas.

Em declarações à agência Lusa, José Manuel Guerreiro, presidente da Junta de Freguesia de São Teotónio, explica que, antigamente, "as pessoas faziam promessas e, como forma de agradecimento, erguiam um mastro e celebravam em seu redor".

Para concretizar um festival como este, dezenas de pessoas trabalharam durante meses na confeção das flores e restantes decorações em papel colorido. As decorações tinham um tema comum, a água, mas "o resultado final foi segredo até sair às ruas", diz a mesma fonte.

O presidente da Junta de Freguesia sublinhou, ainda, a "competição" que se gera no festival. Cada rua ou ou bairro cria um mastro - este ano são nove - e mantêm a expectativa "até quase à hora" de engalanar os locais, "como aconteceu hoje", refere. Cada mastro terá direito a um dia especial durante o Festival.

A boa disposição que o festival traz à vila é tanta que José Manuel Guerreiro, conta que, por estes dias "os médicos não têm trabalho", já que "as pessoas não têm vagar para estar doentes, porque têm de fazer flores de papel".

E porque nem só de flores vive o Festival de Mastros, o evento, que começa no próximo sábado, conta o artista Toy como cabeça de cartaz e muita animação até ao final do mês. Bailes, espetáculos musicais, teatro e recriações etnográficas, são algumas das muitas atividades que o "Festival das Flores" tem para oferecer até ao final do mês de junho.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG