Restaurantes

Willie"s, Chef Wilhelm Wurger

Willie"s, Chef Wilhelm Wurger

Wilhelm Wurger - Willie para os amigos - chegou no início dos anos 1980, ainda o Algarve era uma região remota e o turismo de massas uma miragem distante. Era então um jovem cozinheiro com muita vontade de evoluir e 22 anos acabados de fazer.

«Na altura, havia grande dificuldade em conseguir produtos frescos, bem como certos ingredientes que tinha lá fora», recorda,

no seu português carregado - macarrónico, porém fácil de entender. Fez-se valer do que tinha à mão, como o peixe ou a carne de borrego. «É importante usar produtos locais.» O Algarve, inevitavelmente, acabou por entrar na sua cozinha. E por fazer parte da sua vida - ele que já se considera meio algarvio, até porque regressar à Alemanha está fora de questão. «Passei mais de metade da minha vida em Portugal, sinto-me como em casa.»

Wilhelm nasceu em Gangkofen, vila do Sudeste da Baviera, em 1960. Já não sabe de onde vem o fascínio pela cozinha, apenas se lembra de ter sido algo que cresceu à medida que foi acumulando experiência. Chegou a Portugal com o La Réserve (em Santa Bárbara de Nexe) como destino. Elevou-o à estrela Michelin em 1990 - a primeira da sua carreira e a primeira em solo algarvio - e seguiu para o São Gabriel, onde cinco anos mais tarde voltou a marcar pontos no «Guia Vermelho». Em 2000, lançou--se por conta própria com o Willie"s e em meia dúzia de anos acrescentou uma terceira estrela à sua contagem pessoal. Mantê-la, confessa, não é tarefa tão árdua como ganhá-la. É tudo uma questão de «continuar o trabalho, manter a qualidade», preceitos com raízes profundas na sua filosofia de trabalho.

Chegar às duas estrelas Michelin não é coisa que lhe tire o sono: «Estou muito contente como estou e a própria casa não dá, teria de transformar a cozinha e não há espaço para isso.»

O Willie"s fica numa zona sossegada de Vila-moura, junto ao Pinhal Golf Course. A sala é acolhedora, de estilo clássico, e há uma agradável esplanada, com grande procura nas noites de verão. Na cozinha, reina a simplicidade, sem vénias a modas passageiras ou elaborações excessivas. Wurger dispensa

pratos com muitos ingredientes e descrições demasiado longas. «Quando acabo de ler o nome do prato já me esqueci do que estava escrito no início.» E a criatividade, embora importante, não se pode sobrepor à regularidade, ao rigor. «Há muitos clientes abertos a experimentar coisas novas, e para eles temos sempre duas ou três novidades.

PUB

Há outros que vêm de propósito para um determinado prato signature da casa.» É o caso dos ravioli de marisco em molho de creme de vermute, clássico da carta do Willie"s - que Wilhelm descreve simplesmente como «internacional», assumindo-se incapaz de entrar em pormenores. Ou de escolher um prato preferido. «São todos favoritos. Gosto de confecionar cada prato da mesma maneira que gosto de o comer.»

Rua do Brasil, 2, Vilamoura

Tel.: 289380849

willies-restaurante.com

De quinta a terça

Preço médio: 52/74 euros (lista)

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG