A carreira de Paulo Fonseca

10/06/2013
Paulo Fonseca subiu mais um degrau na carreira de treinador de futebol ao assumir o comando do tricampeão FC Porto, após ter levado o Paços de Ferreira à "Champions" e cinco anos depois de treinar na III Divisão.
 
Pedro Correia/Global Imagens

Aos 40 anos, o técnico natural de Nampula, Moçambique, chega ao patamar mais alto no seu percurso, com o "peso" de suceder ao bicampeão Vítor Pereira, imediatamente depois de conseguir um inédito terceiro lugar ao serviço do Paços de Ferreira.

O feito na formação pacense, com o correspondente acesso à Liga dos Campeões, ganhou mais relevo por ter ocorrido na época de estreia de Paulo Fonseca na I Liga.

O antigo defesa central começou a treinar nos escalões de formação do Estrela da Amadora, em 2005/06, uma época depois de ter posto um ponto final na carreira de jogador, na qual vestiu as camisolas de Barreirense, Leça, Belenenses, Marítimo, Vitória de Guimarães e do emblema da Amadora.

Duas épocas depois, Paulo Fonseca "muda-se" da Amadora para Sintra, onde orienta o 1.º de Dezembro e assegura a manutenção na III Divisão. No entanto, o técnico acaba por "subir" à II Divisão, para treinar o Odivelas, conseguindo o quinto lugar na Série D.

Paulo Fonseca permanece neste escalão, mas cruza o rio Tejo e torna-se timoneiro do Pinhalnovense em 2009/10, levando o clube aos quartos de final da Taça de Portugal, "caindo" diante a Naval 1.º de Maio, e ao sétimo lugar da Zona Sul.

Na época seguinte, o treinador mantém-se no emblema do Pinhal Novo e volta a "brilhar" na Taça de Portugal, sucumbindo apenas frente ao FC Porto (2-0), novamente nos quartos de final, antes de concluir o campeonato em quarto.

Ler Artigo Completo
 
 
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora
subscrever

 
 
Comentar
Caracteres Disponíveis: 750
Enviar Comentário
Obrigado! O seu comentário ficará visível dentro de momentos.
Ocorreu um erro. Tente novamente mais tarde.

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados.
Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

 

Mais Lidas
02.07.15
A mãe que deixou o filho de três anos morrer num baloiço, nos EUA, esteve no funeral da criança e levou uma carta com uma dedicatória. Os pais, que...


Global Notícias - Media Group S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled