"Menina de Napalm" conta como foto mudou a sua vida

04/06/2012
Foi há 40 anos que o fotógrafo Huynh Cong Ut se sagrou como autor da imagem da "Menina de Napalm", onde se vê uma criança nua em fuga, durante a guerra do Vietname. A protagonista da imagem conta como foi a sua vida depois do momento em que foi fotografada.
 
Arquivo JN
Kim Phuc tem atualmente 49 anos e sobreviveu a queimaduras de terceiro grau

"Sempre quis fugir da imagem daquela rapariga, mas parece que a fotografia nunca me deixou", explica Kim Phuc, a menina da fotografia, atualmente com 49 anos.

Kim recorda que ouviu soldados exaltados a 8 de Junho de 1972. "Temos que fugir daqui, eles vão bombardear-nos, vamos morrer", gritaram.

Segundos depois, fumo roxo e amarelo já tinha envolvido o templo Cao Dai, local onde a família da menina estava abrigada há três dias. Várias bombas explodiram, fruto dos confrontos entre as forças militares vietnamitas de norte e sul, pelo controlo da cidade.

Kim sentiu o chão tremer, olhou para cima e rapidamente se apercebeu de que um avião estaria prestes a sobrevoá-la. Sem que desse conta do que iria acontecer, a menina foi atingida por Napalm, que a feriu gravemente.

Reconhecida como a "Menina de Napalm", Kim foi queimada de uma maneira quase instantânea. Não havia solução para o seu braço esquerdo, desfigurado pelas queimaduras e o mesmo quase se podia dizer das suas roupas, que inflamaram no momento da explosão.

Kim estava em choque e gravemente ferida quando se apressou até à autoestrada 1, onde se juntou ao irmão. Quando chegou ao destino, a menina cedeu aos ferimentos e desmaiou, não tendo visto as dezenas de jornalistas estrangeiros que ali estavam para registar o acontecimento.

Ler Artigo Completo
 
 
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora
subscrever

 
 
Mais Mundo
29.08.15
A tempestade tropical Erika, que já fez 27 mortos na República Dominicana e causou danos em Puerto Rico, está a dirigir-se para o norte do Haiti,...
28.08.15
Um grupo de 163 crianças-soldado, incluindo cinco raparigas, foi libertado esta sexta-feira pelas milícias cristãs "anti-balaka" em Batafongo, na...
 



Global Notícias - Media Group S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled