Testemunhas de Jeová pagam 22 milhões de euros por abuso sexual

20/06/2012
O júri de um tribunal norte-americano condenou as Testemunhas de Jeová da congregação de Fremont, na Califórnia, a pagarem cerca de 22 milhões de euros a uma jovem que terá sido abusada por um dos membros da instituição.
 
DR

Os membros do júri decidiram, em julgamento, que Candace Conti, atualmente com 26 anos, deverá ser indemnizada em seis milhões de euros como compensação pelos danos sofridos e em 16 milhões pelos danos morais.

Candace contou em tribunal que, durante dois anos, foi abusada sexualmente por um membro da congregação de Testemunhas de Jeová de Fremont, nos Estados Unidos de América, da qual também fazia parte.

Jonathan Kendrick, autor dos ataques, abusou de Candace, entre 1995 e 1996, quando a jovem tinha 9 anos de idade e está agora no centro do caso que envolve a maior indemnização paga a uma só vítima por abusos sexuais religiosos no país.

Segundo o jornal "The New York Times", o valor estipulado em tribunal irá ser pago por Kendrick, condenado a pagar 60% da quantia, e pela "Watchtower Bible and Tract Society", organização que supervisiona as Testemunhas de Jeová, nos EUA.

"As Testemunhas de Jeová odeiam o abuso infantil, aliás, acredito que esta é uma praga para a humanidade", frisou Jim McCabe, advogado da congregação.

"Jonathan Kendrick não era um líder nem um pastor, era apenas um membro da instituição", acrescentou.

Ler Artigo Completo
 
 
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora
subscrever

 
 
Mais Mundo
07.05.15
A câmara baixa do parlamento do Canadá aprovou na quarta-feira legislação antiterrorista que aumenta significativamente os poderes dos serviços de...
07.05.15
O governo iemenita solicitou na quarta-feira uma intervenção militar terrestre da comunidade internacional para "salvar o Iémen" e denunciou "atrocidades"...
06.05.15
O ministro das Finanças grego apresentou hoje um 'ecossistema virtuoso' para a recuperação económica da Grécia, que assenta num banco virtuoso, 'de...
Comentar
Caracteres Disponíveis: 750
Enviar Comentário
Obrigado! O seu comentário ficará visível dentro de momentos.
Ocorreu um erro. Tente novamente mais tarde.

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados.
Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

 


Global Notícias - Media Group S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled