Norte-americana de 64 anos nadou entre Cuba e Florida

02.09.2013 - 21:35
A nadadora norte-americana Diana Nyad tornou-se a primeira pessoa a fazer a ligação entre Cuba e a Florida sem proteção contra tubarões, após 53 horas no mar.
 
Andrew Innerarity/REUTERS
Diana Nyad na chegada à Florida

Diana Nyad, de 64 anos, que partiu de Havana no início de sábado, chegou à praia de Key West, esta segunda-feira, concretizando um objetivo que perseguia há vários anos, informou a sua equipa através da rede social Twitter.

"A nossa #FearlessNyad (Nyad Sem Medo) conseguiu realizar o seu #XtremeDream (Sonho Extremo) e alcançou #TheOtherShore (A Outra Margem)", referia a mensagem divulgada, onde se acrescentava: "Um momento histórico que prova que #DreamsDoComeTrue (Os Sonhos Tornam-se Realidade)".

A norte-americana já tinha tentado por quatro vezes fazer esta ligação, mas sem sucesso - em 1978, duas vezes em 2011 e outra em 2012.

A transmissão televisiva em direto mostrou várias pessoas a acolherem Nyad, algumas das quais a nadarem na sua companhia para a acompanharem na sua aproximação à costa.

Ao longo da travessia, Nyad enfrentou algumas dificuldades. Os médicos, que a acompanharam em embarcações de apoio, informaram no início de segunda-feira que a sua língua e lábios estavam de tal maneira inchados que não se conseguia perceber o que dizia. Durante a noite, acrescentaram, sentiu muito frio.

À medida que se aproximava de Key West apareceram várias alforrecas, que a sua equipa procurou afastar, para evitar que a atingissem e causassem dores debilitantes.

Ler Artigo Completo
 
 
Empresas na Caixa 300x100 JN
Fazemos Bem JN 300x100
BT Edições Multimédia
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora

 
 
VER VÍDEO
Close-up

Tartarugas Ninja voltam a invadir salas de cinema

AtualidadeMédica portuguesa vai para a Serra Leoa combater o ébola
AtualidadePassageiros surpreendidos no Porto com greve na TAP
Mais Mundo
30.10.14
Os corpos de três irmãos cidadãos dos Estados Unidos da América, de ascendência mexicana, desaparecidos há mais de duas semanas e que se pensava que...
30.10.14
A polícia catalã informou, esta quinta-feira, que tinha neutralizado um importante grupo de tráfico de heroína, ao deter 36 pessoas, e apreender ...

Comentários
Reacções no Twitter
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados Pessoais

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado






Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled