JN

FERRAMENTAS
ESTATÍSTICAS
Patrocínio
 

Comissão Política do PSD convida CDS-PP para reunião conjunta

Publicado

 
 
foto Leonardo Negrão / Global Imagens
Comissão Política do PSD convida CDS-PP para reunião conjunta
Comissão Política do PSD reuniu quarta-feira à noite, em Lisboa
 

A Comissão Politica Nacional do PSD decidiu convidar o CDS-PP para uma reunião conjunta das direções partidárias, a realizar-se o mais brevemente possível, para "obter a indispensável manifestação de apoio ao acordo político de coligação".

"A Comissão Política Nacional do PSD deliberou convidar o CDS para uma reunião conjunta das direções partidárias, a ter ligar com a maior brevidade possível, com o intuito de obter a indispensável manifestação de apoio ao acordo político de coligação celebrado em 16 de junho de 2011, assim como às decisões e estratégia do Governo em matéria de consolidação orçamental e ajustamento estrutural, visando uma trajetória de crescimento sustentável", referem os social-democratas num comunicado distribuído à comunicação social.

No mesmo comunicado, a Comissão Política Nacional do PSD defende que "é fundamental clarificar a relação entre os partidos da coligação", que considera ter sido "afetada" pelas decisões dos órgãos internos do CDS-PP, "de modo a assegurar a estabilidade política".

Antes, a direção nacional social-democrata refere que "o Conselho Nacional do CDS-PP e o presidente do CDS-PP proferiram declarações e decisões de divergência face a medidas deliberadas pelo Governo, inseridas no acordo alcançado pelo Governo no âmbito do quinto exame regular com a 'troika' e transmitidas ao Eurogrupo".

O PSD alude, assim, à divergência assumida pelos centristas, no domingo, em relação às alterações à Taxa Social Única (TSU), anunciadas quando a missão de avaliação da 'troika' (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) estava em Lisboa.

A Comissão Política Nacional do PSD, que se encontra reunida desde as 21:00 de quarta-feira, assinala a importância de "evitar a deterioração da relação entre os partidos e proteger o país de qualquer crise política", acrescentando: "Portugal precisa, para vencer a crise, de ter uma coligação forte e comprometida com a governação e precisa também de um Governo coeso e empenhado".

 
 

Comentários
Reacções no Twitter
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados Pessoais

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado




Multimédia
Blogues
Inquérito



Continente Uva d'Ouro - JN 300x100

Cofidis 300x100 27-31 julho
Últimas
+Lidas
+Comentadas
+Pesquisadas
 

Serviços


TEMPO Dados fornecidos por Wunderground
  • 28ºC
  • 21ºC
  • HOJE
  • 28ºC
  • 18ºC
  • AMANHÃ

 

destaque conselhoeditorial
banner Barómetro Tomar o pulso ao país
Economia Social


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled