Passos garante que "será encontrada uma forma de poder garantir o apoio político do CDS"

 | 04.07.2013 - 11:42
Cabe ao presidente da República anunciar a proposta de Governo encontrada esta quinta-feira, anunciou o primeiro-ministro, à saída da audiência desta tarde com Cavaco Silva. "Será encontrada uma forma de poder garantir o apoio político do CDS ao Governo e nessa medida garantir a estabilidade política do país", disse à saída do Palácio de Belém.
 
Gustavo Bom / Global Imagens
Passos Coelho mantém conversas com Paulo Portas já depois de ser recebido pelo presidente da República

No final da audiência com Cavaco Silva, Passos Coelho não revelou pormenores dos encontros desta quinta-feira com Paulo Portas, remetendo esse anúncio para Cavaco Silva. Aos jornalistas disse apenas que "foi encontrada uma fórmula de manter a estabilidade do Governo" e acrescentou que a demissão de Paulo Portas de ministro dos Negócios Estrangeiros "não envolve o apoio do CDS-PP ao Governo".

"Será encontrada uma forma de poder garantir o apoio político do CDS ao Governo e nessa medida garantir a estabilidade política do país", afirmou Pedro Passos Coelho, que referiu que essa solução será adotada "num quadro que deverá ser evidentemente aprofundado junto do doutor Paulo Portas e do próprio partido".

"Da minha parte devo dizer ao país que, como primeiro-ministro, tudo farei para garantir as condições que são necessárias para que o Governo prossiga o seu trabalho em condições, como é obrigatório e patriótico, para conseguir cumprir o programa de assistência económica e financeira, garantir o regresso de Portugal a mercados, ainda de que de forma apoiada, como todos esperamos, e conseguir que os esforços e sacrifícios realizados até hoje pelos portugueses possam ser premiados", disse.

O primeiro-ministro salientou ainda que cabe ao presidente da República fazer uma avaliação sobre a crise governativa e uma nova solução que apoie o executivo PSD/CDS-PP. "Como é sabido existe também da parte do senhor presidente da República uma avaliação desta situação, que competirá ao senhor presidente da República, evidentemente, pronunciar e não a mim", declarou o chefe do Governo, que não respondeu a perguntas dos jornalistas.

A terceira reunião de Paulo Portas e Passos Coelho, em pouco mais de 12 horas, terminou um pouco antes das 16 horas desta quinta-feira. Durou pouco mais de uma hora, mas foi o suficiente para os líderes partidários chegarem a acordo sobre o essencial: salvar a coligação e manter o Governo.

Os pormenores acordados entre Portas e Passos não são do conhecimento público. Porém, face às declarações de Passos Coelho após o encontro com Cavaco Silva, os termos do acordo podem ainda não assumir um caráter definitivo já que as conversas entre Passos e Portas ainda se decorrem, confirmou uma fonte do Governo citada pela Agência Lusa.

Ler Artigo Completo
 
 
Conferência 3º Aniv DV - JN Destaque 300x100
Fazemos Bem JN 300x100
BT Edições Multimédia
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora

 
 
VER VÍDEO
Close-up

Novo capítulo da série "The Hunger Games" chega aos ecrãs

AtualidadePassageiros querem metro do Porto permanente
Companhia dos LivrosA Máfia vista por dentro
Mais Política
20.11.14
O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, afirmou que não pensou demitir-se do cargo depois da investigação relacionada com a atribuição de vistos...
20.11.14
PSD e CDS-PP aprovaram, esta quinta-feira, a manutenção da aplicação da Contribuição Extraordinária de Solidariedade nas pensões mais altas e o...
20.11.14
O deputado social-democrata Hugo Velosa afirmou, esta sexta-feira, em nome do PSD, que houve "algum impasse" na votação da reposição das subvenções...
20.11.14
O PSD e o PS aprovaram, esta quinta-feira, o fim da suspensão das subvenções vitalícias a ex-políticos, que vão voltar a ser pagas mas serão sujeitas...
Comentar
Caracteres Disponíveis: 750
Enviar Comentário
Obrigado! O seu comentário ficará visível dentro de momentos.
Ocorreu um erro. Tente novamente mais tarde.

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados.
Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

477 Comentários


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled