Internet

"Herói por acaso" travou ciberataque mundial com dez euros

"Herói por acaso" travou ciberataque mundial com dez euros

Tem 22 anos, é especialista em cibersegurança e, inicialmente sem saber, travou o ciberataque mundial de sexta-feira, com apenas dez euros.

Foi de uma forma inesperadamente simples que um jovem de 22 anos descobriu uma forma de travar a propagação do ciberataque que atingiu empresas e instituições de todo o mundo desde sexta-feira.

O único dado conhecido sobre a sua identidade é a conta de Twitter que tem.

Basicamente, e segundo o "Daily Beast", este investigador inglês descobriu que o software que estava a sequestrar ficheiros e a exigir dinheiro pelo resgate dos dados roubados tinha ligações com endereços na internet com a terminação "gwea.com" e que esse domínio não estava registado, logo, era como se não existisse.

Ainda sem saber que estava prestes a ter um contributo essencial para travar um ciberataque mundial, o jovem inglês comprou o domínio por cerca de dez euros. Passado algum tempo, percebeu que o domínio que tinha comprado servia para travar o problema.

A descoberta não salvou os que foram atacados, mas impediu a propagação massiva do chamado ransomware.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM