Paredes

Cinco médicos acusados de descuido em tumor que matou uma jovem

Cinco médicos acusados de descuido em tumor que matou uma jovem

Cinco médicos do Hospital Padre Américo, Penafiel, estão acusados pelo MP de não terem feito tudo o que estava, clinicamente, ao seu alcance para salvar Sara Daniela Moreira.

A jovem de Recarei, Paredes, faleceu vítima de um tumor cerebral nunca diagnosticado. Para o Ministério Público, os clínicos, acusados de crime de violação das "leges artis", não cumpriram os procedimentos corretos e mais adequados em oito das dez vezes que a rapariga de 19 anos foi observada na Urgência daquela unidade do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa.

Leia mais na versão e-paper ou na edição impressa.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM