O Jogo ao Vivo

Alcântara

Ajuste de contas faz dois mortos à porta de discoteca de Lisboa

Ajuste de contas faz dois mortos à porta de discoteca de Lisboa

Uma rixa à porta de uma discoteca na zona de Alcântara, em Lisboa, ocorrida na manhã deste domingo, provocou dois mortos e dois feridos.

Os dois mortos e os feridos, com idades entre os 18 e os 20 anos, moram na Quinta da Fonte, freguesia da Apelação, concelho de Loures, e foram atingidos a tiro.

O incidente correu, cerca das 6.30 horas, à porta da discoteca Luanda, na Travessa de Teixeira Júnior, envolvendo um número não determinado de pessoas.

Houve uma troca de tiros e uma das vítimas foi atingida com dois disparos nas costas, tendo sido transportada para o Hospital de S. Francisco Xavier, onde acabou por morrer. Uma outra vítima morreu no Hospital Santa Maria para onde havia sido transportada com ferimentos muito graves num braço. A PSP está, no entanto, a investigar a ligação desta vítima com as restantes.

No Hospital Santa Maria, deram ainda entrada mais dois indivíduos que não correm perigo de vida.

A PSP esteve no local, bem como a Polícia Judiciária, que vai investigar o incidente. O JN sabe, no entanto, que a rixa foi originada por um ajuste de contas entre dois grupos rivais,

A discoteca Luanda, uma das mais conhecidas de Lisboa, foi palco de uma tragédia, em abril de 2000, quando sete pessoas morreram e 40 ficaram feridas, na sequência do lançamento de duas granadas de gás pimenta para a pista de dança.

O local encontrava-se cheio e, no pânico que se gerou, sete pessoas, com idades entre os 16 e os 36 anos, foram esmagadas pela multidão que pretendia fugir do estabelecimento.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM