Solidariedade

Pessoas a quem deram água estão agora a retribuir

Pessoas a quem deram água estão agora a retribuir

Sónia Novais viajou de Silvalde, Espinho, até Avanca, para entregar bens alimentares a Lucinda e Paulo.

Ela, que é filha de uma das centenas de pessoas a quem o casal deu água, a 7 de agosto, na A1. Agora, tal como a mãe de Sónia, muitos desses homens e mulheres estão a entrar em contacto com Lucinda e Paulo, para saberem de que forma os podem ajudar.

"O gesto que eles tiveram marcou a minha mãe e quando soubemos a situação pela qual estão a passar, quisemos ajudar. Não é qualquer pessoa que faz o que eles fizeram. Pouca gente teria um ato daqueles", sublinhou Sónia, referindo-se às muitas centenas de litros de água que o casal comprou, com dinheiro do próprio bolso, para distribuir por quem estava há mais de cinco horas ao sol, quando os termómetros marcavam 40 graus.

"Hoje trouxemos uma pequena ajuda, mas queria que me dissesse, quando souber, que medicação tem de tomar, que eu pago", pediu Sónia a Lucinda, que não continha as lágrimas.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM