Dinamarca

Aluno descobriu avião da II Guerra e restos mortais do piloto

Aluno descobriu avião da II Guerra e restos mortais do piloto

Um jovem de 14 anos encontrou os destroços de um avião alemão da II Guerra Mundial, com restos mortais do piloto no "cockpit", durante uma pesquisa para uma aula de História.

Daniel Kristiansen fez a descoberta inesperada acompanhado do pai, Klaus, na sua quinta em Birkelse, no norte da Dinamarca.

"Saímos para o campo com um detetor de metais. Esperava que talvez conseguíssemos encontrar alguns pratos antigos ou alguma coisa que o Daniel pudesse mostrar na escola", explicou Kaus à CNN.

Acabaram por encontrar os destroços de um avião. Pediram uma escavadora emprestada a um vizinho e escavaram até sete a oito metros de profundidade.

"Ao início desenterramos muita terra com fragmentos metálicos. Quando, de repente, surgiram ossos e peças de roupa", recorda o jovem de 14 anos.

Daniel lembra-se de uma história que o avô lhe contava, sobre um avião tinha caído lá na quinta durante a II Guerra Mundial. "Terá sido em novembro ou dezembro de 1944", acrescentou, pois o avô dizia que na altura estava a fazer bolachas de natal com a avó e o tio de Daniel. Mas a avó tinha dito que as forças alemãs removeram o aparelho. "Eu pensei apenas que era uma história gira", confessa Daniel.

As autoridades acreditam que se trata de um avião de combate Messerschmitt. Uma equipa de especialistas está a avaliar se a quinta da família Kristiansen é segura e se não existem munições ou outros materiais perigosos enterrados.

Os destroços do avião e os restos mortais do piloto foram transferidos para o Museu de História da Jutlândia do Norte, região da Dinamarca onde foi feito o achado. O responsável do museu acredita que em breve será possível confirmar a identidade do homem. "Encontrámos os documentos do piloto e pensamos ter um nome", indicou o curador Torben Sarauw.

Suspeita-se que o avião terá saído da base de treino para pilotos alemães em Aalborg, uma cidade nas proximidades. Além das roupas do piloto, foram encontrados o chapéu, três preservativos e a carteira com duas moedas dinamarquesas e algumas senhas da cantina de Aalborg. A embaixada alemã já foi informada do achado.

Daniel espera que os restos mortais possam ser identificados e devolvidos à respetiva família. "Talvez ele possa ter um funeral".

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado