Síria

"Angelina Jolie do Curdistão" morreu a combater o Estado Islâmico

"Angelina Jolie do Curdistão" morreu a combater o Estado Islâmico

Asia Ramazan Antar era conhecida como "Angelina Jolie do Curdistão". Militar destacada pela beleza, morreu recentemente em combate com o Estado Islâmico.

Apesar de ser mais parecida com a espanhola Penélope Cruz, Asia Antar era conhecida como "Angelia Jolie" do Curdistão. Um epíteto que deriva da beleza da jovem curda, de 22 anos, que, em 2014, se juntou às Unidades Femininas de Proteção, a ala feminina do braço armado do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), as Unidades de Proteção Popular.

Asia Antar foi "feita mártir numa batalha contra o Daesh (acrónimo árabe de Estado Islâmico)", perto da fronteira entre a Turquia e a Síria, refere uma mensagem colocada na página do Facebook "Queremos liberdade para o Curdistão".

Conhecida no Ocidente pela beleza, Asia é reconhecida pelo envolvimento em numerosas batalhas contra o Estado Islâmico e um dos elementos mais destacados das Unidades Femininas de Proteção, sub-milícias que contam com mais de 10 mil mulheres nas fileiras.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado