O Jogo ao Vivo

Pacífico

Morreu a orca mais velha do mundo, com 105 anos

Morreu a orca mais velha do mundo, com 105 anos

Vivia no Pacífico Norte e era considerada a orca mais velha do mundo. "Granny" teria 105 anos e foi agora dada como morta, após vários meses sem ser avistada.

"Granny" (avó em inglês) alcançou popularidade pela sua longevidade. O seu nome oficial era J2 e era considerada a orca mais velha do mundo. Calcula-se que tenha nascido em 1911, três anos antes do naufrágio do colossal navio Titanic. Os cientistas que seguiam os seus hábitos e a vigiavam nas águas ao largo de Vancouver e Seattle reconheceram que está morta depois de vários meses sem a avistar.

"Era uma das poucas baleias das quais não sabemos a idade exata porque nasceu muito antes do início do nosso estudo. Vi-a a última vez em 12 de outubro de 2016 e nadava em direção a norte, muito à frente das outras", escreveu o cientista Kenneth Balcomb na página do Centro de Investigação de Baleias. A data oficial da morte foi definida como 31 de dezembro de 2016.

A primeira vez que Kenneth Balcomb avistou a J2 foi em 16 de abril de 1976, quando iniciou o estudo a este grupo de orcas. Nessa altura, foi estimado que a orca teria no mínimo 45 anos, mas que o mais provável é que tivesse 76 anos. A esperança média de vida das orcas é de 50 anos, mas são várias as que chegam aos 80 ou 100 anos. Os machos vivem em média 30 anos.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado