Papa

Bispo de Leiria-Fátima gostaria de tolerância de ponto a 12 de maio

Bispo de Leiria-Fátima gostaria de tolerância de ponto a 12 de maio

O bispo de Leiria-Fátima, António Marto, gostaria que o Governo concedesse tolerância de ponto a 12 de maio, dia em que o Papa Francisco chega a Portugal.

Na opinião de António Marto, "se o Governo quiser ter um gesto de cortesia, quer para com o Papa, quer para com os peregrinos católicos" que se deslocam a Fátima, "fica bem" conceder a tolerância. "Mas, se não o fizer, os peregrinos não deixam de vir", considerou, em declarações à agência Ecclesia.

O Papa Francisco estará em Fátima a 12 e 13 de maio, numa peregrinação que tem como objetivo assinalar o Centenário das Aparições.

"O 12 de maio calha numa sexta-feira, a grande celebração é à noite e, como em todos os 12 de maio, há gente que vem só à noite, enche o recinto para o terço e a procissão de velas", recordou o bispo.

O Papa Francisco vai estar menos de 24 horas em Portugal na peregrinação de maio a Fátima e tem previstos encontros com o presidente da República e o primeiro-ministro. O programa da peregrinação prevê um "encontro privado" com Marcelo Rebelo de Sousa na Base Aérea de Monte Real, a 12 de maio, e com António Costa, na manhã de 13.

Depois de aterrar às 16.20 horas de 12 de maio na Base Aérea de Monte Real, o Papa visita a capela da base, antes do encontro privado de 30 minutos com o presidente, Marcelo Rebelo de Sousa.

Segue depois da base em helicóptero até ao estádio de Fátima, deslocando-se numa viatura aberta até ao santuário, de acordo com o programa.

Às 18.15 horas, tem prevista a primeira oração, na Capelinha das Aparições. À noite, fará uma saudação durante a Bênção das Velas, também na capela.

A manhã de sábado, 13 de maio, começa com um encontro com o primeiro-ministro, António Costa, e com uma visita à Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.

Pelas 10 horas, começa a missa no recinto do santuário, com uma homilia de Francisco, além de uma saudação aos doentes.

O Papa almoça com os bispos portugueses na Casa Nossa Senhora do Carmo, estando prevista a cerimónia de despedida na base de Monte Real para as 14.45 horas e a partida do avião de volta a Roma para as 15 horas.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado