Exclusivo edição impressa

SIRESP também colapsa quando há tempestades

SIRESP também colapsa quando há tempestades

Rede de comunicações falha todos os anos e já houve "apagões" de 13% e 16% de todo o sistema.

A rede SIRESP, usada pelas forças de segurança e pelos bombeiros, não vai abaixo só nos incêndios, como aconteceu recentemente nos fogos de Pedrógão ou de Mação. O sistema, que custou cerca de 500 milhões de euros, também não está preparado para aguentar tempestades e colapsa praticamente todos os anos. Mas o Estado nunca exigiu o pagamento de penalidades à empresa que opera a rede.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado