JN

FERRAMENTAS
ESTATÍSTICAS
Patrocínio

Exército cede pilotos para combater fogos

Publicado

 

Uma negociação rápida, concluída ontem à tarde, originou uma reviravolta nos planos do Governo para a operação dos meios aéreos do Estado que, entre outras missões, irão ser utilizados no combate a incêndios. O Exército irá disponibilizar oito pilotos da Unidade de Aviação Ligeira que, segundo apurou o JN, serão requisitados para a Empresa de Meios Aéreos (EMA).

Em declarações aos jornalistas, ontem à tarde, na Feira Internacional de Lisboa, o ministro de Estado e da Administração Interna, António Costa, assegurou que se mantém a intenção de preparar a GNR para coordenar a operação da frota.

O Estado Maior do Exército confirma estar aberto "a contactos com o MAI relativos à cedência de pilotos", mas diz que o processo ainda não está concluído.

Uma das questões em aberto é o período de requisição. Admite-se como mais provável que os oito pilotos - que terça-feira serão entrevistados pelo grupo de trabalho que prepara a instalação da EMA - operem apenas durante este Verão. Isto porque os novos helicópteros do Exército começarão a ser entregues em 2008.

Politicamente, de resto, este terá sido um argumento decisivo. Segundo o JN apurou, era praticamente indefensável a indisponibilidade de cedência de recursos numa fase em que a unidade estava ainda parada.

Ler Artigo Completo (Pág.1/2) Página seguinte
 
 










Multimédia
Blogues
Inquérito



Continente Uva d'Ouro - JN 300x100

Cofidis 300x100 21-26 julho
Últimas
+Lidas
+Comentadas
+Pesquisadas
 
 

Serviços


TEMPO Dados fornecidos por Wunderground
  • 23ºC
  • 16ºC
  • HOJE
  • 26ºC
  • 17ºC
  • AMANHÃ

 

destaque conselhoeditorial
banner Barómetro Tomar o pulso ao país
Economia Social


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled