ultimas

Dois suspeitos detidos em Londres pelo roubo milionário

Dois suspeitos detidos em Londres pelo roubo milionário

Um homem e uma mulher foram detidos hoje na área de Londres no âmbito do caso do milionário roubo perpetrado quarta-feira de madrugada na empresa Securitas no condado de Kent (sul de Inglaterra), informou a Polícia britânica.

   Os ladrões, que segundo a Polícia actuaram com "precisão militar", levaram uma quantidade que poderá ultrapassar os 50 milhões de libras (75 milhões de euros) em notas novas e usadas, segundo fontes policiais, o que o tornaria no maior roubo da história do Reino Unido.

   Até ao momento, o Banco de Inglaterra confirmou que a quantidade subtraída supera os 25 milhões de libras (36,5 milhões de euros), mas espera-se que a cifra real seja dada a conhecer pela empresa logo que termine o trabalho dos forenses.

   O homem e a mulher foram detidos em duas moradas diferentes no bairro de Forest Hill, ao sul de Londres, precisaram os investigadores.

   Os detidos, de 29 e 31 anos, foram transferidos para esquadras da polícia do condado de Kent e estão a ser interrogados como suspeitos de conspirar para cometer o assalto.

   Durante uma conferência de imprensa improvisada, a Polícia precisou que os investigadores estavam à procura de todas as informações possíveis sobre uma carrinha vermelha que pode ter sido utilizada pelos assaltantes.

   Uma centena de agentes da polícia participou nas investigações para esclarecer o roubo, perpetrado por pelo menos seis assaltantes armados num depósito de valores da companhia Securitas em Tonbridge.

   A Polícia britânica anunciou hoje uma recompensa de até dois milhões de libras (cerca de três milhões de euros) por informações que conduzam à recuperação desta soma gigantesca, verba que será coberta pela companhia de segurança e pelas seguradoras e que é a maior jamais oferecida na Grã-Bretanha.

   Todos os pontos de saída do Reino Unido estão em alerta para impedir a fuga do país pelos assaltantes que, fazendo-se passar por polícias, tinham sequestrado na noite de terça para quarta-feira o encarregado de segurança do armazém e a sua família.

   Depois de sequestrar a família, o gang foi de madrugada ao armazém e algemou o pessoal que se encontrava no local, que conseguiu dar o alarme uma hora depois do roubo.