primeiro_plano

D'ZRT provocam delírio

D'ZRT provocam delírio

Apraia de Santo Amaro de Oeiras viveu, ontem, um fim de tarde delirante. A tranquilidade do mar contrastou com a loucura do concerto dos D'ZRT, que levou milhares de pessoas ao local para ver a banda da série "Morangos com Açúcar", da TVI. O espectáculo confirmou o acontecimento os D'ZRT, que existem há dois anos, continuam a ser o maior fenómeno português de 'boys bands' do século XXI. A adesão do público foi tanta que a própria organização do evento não estimou o número de presenças...

Na plateia, maioritariamente constituída por adolescentes, viu-se de tudo, desde miúdas com cartazes sugestivos, como "Zé Milho, faz-me um filho" ou "Cifrão, faz-me um 'xupão'" (em alusões a Vítor Fonseca, o "Zé Milho" da série juvenil), a rapazes desinteressados, mulheres quarentonas entusiasmadas e pais que não tiveram outra alternativa que não fosse levar os filhos ao espectáculo da banda.

Os D'ZRT, esses, chegaram de forma triunfal - numa lancha do Instituto de Socorros da Náufragos, que os deixou bem perto do palco. Vestidos com as roupas da moda (calças bem largas e descaídas, em contraste com as camisolas curtas e sem mangas), os rapazes subiram ao palco perante os gritos ruidosos das fãs.

Ao longo de uma hora, Vítor Fonseca, Angélico Vieira, Paulo Vintém e Edmundo Vieira apresentaram o novo álbum "Original", o segundo do grupo, de onde se destaca o single "Verão Azul", que mereceu honras de repetição.

Sempre em constante interacção com o público, Angélico Vieira, o mais moreno e popular dos quatro, perguntou à multidão quem já tinha o novo álbum, posto à venda ontem. No meio da praia, entre milhares, Helena Tavares, de 15 anos, esticou o braço direito e disse bem alto "Eu!", enquanto o pai, Fernando Oliveira, de 61 anos, a levantava para poder ver melhor os ídolos. "Estou a delirar com o concerto. Adoro-os!", disse a Helena, ao JN. O pai encolheu os ombros: "Ela pediu-me muito para cá vir. Não tive outra hipótese".

No palco, além do material novo, os D'ZRT cantaram alguns dos temas mais antigos, como "Para mim tanto me faz" ou "Querer voltar", para alegria da multidão.

PUB

A finalizar o concerto, enquanto uma senhora era assistida pelos bombeiros devido ao calor, e perante os gritos de "tira, tira" das fãs, Edmundo Vieira argumentava que não podia tirar a camisola. O jovem não se despiu, o concerto terminou e os D'ZRT lá saíram na mesma lancha.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG