porto

51 câmaras vão vigiar as novas auto-estradas

51 câmaras vão vigiar as novas auto-estradas

ão 18,1 quilómetros para estrear e 14,3 quilómetros de piso renovado e alargado. Após sucessivos adiamentos, o ministro das Obras Públicas, Mário Lino, inaugura, hoje, os novos troços de auto-estrada que vão servir o distrito do Porto. Por agora, ainda sem portagens. Mas com 51 câmaras de vídeo-vigilância, de acordo com as informações da Aenor, concessionária daqueles troços (e de mais 22,5 quilómetros já em serviço, entre Alfena, Valongo, e Paços de Ferreira). O sistema de contagem e gestão de tráfego incluirá, ainda, 43 contadores de trânsito, 21 painéis electrónicos de mensagens e 51 postos de assistência SOS .

A construção dos novos lanços - A4, entre Sendim (Matosinhos) e Águas Santas (Maia); Via Regional Interior, entre o nó do Aeroporto e A4; A41, entre Freixieiro (Matosinhos) e Alfena (Valongo); A42, entre a EN 106 e a A11 (Lousada) - implicou um investimento de 275 milhões de euros. Quase metade do investimento total da Aenor na concessão Grande Porto, que ascende a 588,4 milhões. Sem contar com os 100 milhões de euros que o Estado investiu directamente na expropriação de terrenos necessários às obras.

Uma concessão iniciada em Setembro de 2002, com um prazo de 30 anos e em regime de portagem virtual SCUT (sem custos para o utilizador). O Governo já anunciou, contudo, a intenção de colocar portagens reais, com custos para os automobilistas, na A41/A42. A situação gerou protestos das populações e autarcas dos concelhos afectados e não deve ser esquecida na cerimónia marcada para hoje, às 15 horas.

Até porque, conforme a própria Aenor recorda, as novas estradas vão servir diversos concelhos do distrito do Porto, "criando uma ligação mais rápida e eficiente ao aeroporto Francisco Sá Carneiro, ao porto de Leixões, às zonas industriais e aos principais eixos viários da região norte de país (A28, A4 e A3)".

"Todos os lanços da concessão Grande Porto oferecem assistência ao utente 24 horas por dia, monitorização permanente do tráfego através do sistema de gestão e informação de ocorrências e alertas meteorológicos através de painéis de mensagem variável", esclarece a Aenor.

A concessionária não esclarece, contudo, se já houve conversações com o Governo para a colocação de portagens ou qual a viabilidade técnica dessa solução. "A Aenor não comenta esse assunto", foi a única resposta da concessionária, através da respectiva assessoria de Imprensa.

Via na A3 suprimida

durante um mês

As obras de ligação da A3 à SCUT do Grande Porto vão obrigar à supressão da via esquerda daquela auto-estrada, entre os quilómetros 2 e 3 (sublanço Porto/Águas Santas), sentido Sul Norte, a partir de hoje e até ao dia 24 de Dezembro. Mais informações através do número 808508508.

Metro condicionado nas linhas E e B

A circulação do metro entre Custóias e o aeroporto (Linha E) e entre Custóias e Crestins (Linha B) estará cortada por causa da construção de um viaduto rodoviário. Mais informações através do número 808205060.

ver mais vídeos