lusa

Auto-estradas: A7 "abre-se" à A24 e ao centro da Europa à meia-noite de sexta-feira

Auto-estradas: A7 "abre-se" à A24 e ao centro da Europa à meia-noite de sexta-feira

Porto, 26 Jul (Lusa) - A auto-estrada 7 (A7), que liga Guimarães a Vila Pouca de Aguiar, vai abrir-se à A24 sexta-feira à meia-noite, facilitando a ligação do Norte de Portugal ao centro da Europa, anunciou hoje a concessionária.

Segundo fonte do Grupo Aenor - Concessão Norte, a abertura dos quatro quilómetros finais da A7 possibilita a ligação à A24 e contribui, "decisivamente, para a agilização e facilidade na ligação de Portugal ao centro da Europa".

Este trajecto pode assim ser percorrido totalmente em auto-estrada até à fronteira de Vila Verde da Raia (Chaves) e é mais curto do que as alternativas existentes, acrescenta a fonte em comunicado.

Segundo a Aenor, o trajecto - que fica a partir de sexta-feira acessível com a abertura ao tráfego do último troço da A7 - liga desta forma os principais centros urbanos do Norte de Portugal, nomeadamente Porto e Braga, a Vila Pouca de Aguiar, através da A7.

A partir deste concelho e pela A24 (gratuita) faz-se a ligação a Espanha (para Norte) e a Vila Real (para Sul).

No país vizinho, a A52 (gratuita) liga toda a área Norte, até à fronteira com França (Irún/Hendaye), explica a Aenor.

Entre as "mais-valias" para quem opta pela A7 e A24 até à fronteira de Chaves, a empresa aponta a redução dos trajectos, a qualidade das vias recentemente inauguradas e o "esplêndido" enquadramento paisagístico.

A cerimónia oficial de abertura ao tráfego do troço final da A7 decorrerá sexta-feira pelas 12:00 e será presidida pelo secretário de Estado adjunto das Obras Públicas e Comunicações, Paulo Campos.

O Grupo AENOR detém a concessão de mais de 600 quilómetros de auto-estradas, com 22 áreas de serviço, integrados em cinco concessões rodoviárias: Norte (A7 e A11), Costa de Prata (A29 e A44), Beiras Litoral e Alta (A25), Grande Porto (A41, A42, VRI e Grande Lisboa (A16, IC19, IC2, IC17, IC22 e Eixo Norte-Sul).

Estas concessões ligam os principais centros urbanos do Norte e Centro de Portugal, contribuem para a melhoria das condições de circulação automóvel nas Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto e asseguram a ligação a Espanha, através das fronteiras de Chaves e Vilar Formoso, refere a empresa.

A previsão do volume de negócios do grupo Aenor para 2010 ronda os 410 milhões de euros.

ICO.

Lusa/Fim