Música

Adele pede, Spotify acede: função aleatória é ocultada

Adele pede, Spotify acede: função aleatória é ocultada

O serviço de streaming Spotify retirou a função aleatória da página inicial dos álbuns que disponibiliza.

A decisão seguiu-se a um pedido público de Adele. A cantora e compositora inglesa, que acaba de lançar o álbum "30", sublinhou no Twitter que o alinhamento das canções nos discos não nasce ao calhas: "A nossa arte conta uma história e as nossas histórias devem ser escutadas como pretendemos".

O serviço de streaming retirou a opção dos ouvintes de misturar a ordem de reprodução da música nas páginas do álbum, mas o símbolo de ordem aleatória - duas setas que se cruzam - ainda aparece nas faixas individuais do álbum. Isso significa que ainda é possível começar a ouvir álbuns em qualquer faixa e optar por reproduzir as músicas numa ordem aleatória. O botão "shuffle" também ainda aparece nas listas de reprodução.

O álbum "30" - o primeiro álbum de Adele em seis anos - está disponível no Spotify desde sexta-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG