Programação

Arto Lindsay, Claudia Rankine e Emmanuelle Coccia na Galeria Energia

Arto Lindsay, Claudia Rankine e Emmanuelle Coccia na Galeria Energia

O guitarrista e compositor norte-americano, nome maior do pós-punk Arto Lindsay, a dramaturga Claudia Rankine, vencedora do Prémio PEN dos EUA, o filósofo italiano Emmanuelle Coccia, e a dupla Landra, são alguns dos destaques da programação da "Galeria Energia"- projeto itinerante da Galeria Municipal do Porto que arranca este sábado e se estende até fevereiro.

O tema da "energia" como uma "entidade que nos une, move e constitui enquanto seres vivos" é o mote da programação da 'Galeria Energia' que conta com quatro linhas de ação: 'Pasto e Pasto', 'Concertos Comentados', 'Imaginários' e 'Arte é Ciência'", elucidou Filipa Ramos, diretora artística da Galeria Municipal do Porto, na apresentação da programação da Galeria Municipal do Porto que decorreu esta sexta-feira de manhã, no Circulo Católico de Operários do Porto (CCOP).

Na linha programática "Concertos Comentados" o destaque recai sobre os artistas Arto Lindsay e Lamin Fofana, que "partilharão as suas influências e referências estéticas e musicais", contou Filipa Ramos.

PUB

" Arto Lindsay foi membro fundador dos históricos DNA, e dos Ambitious Lovers, improvisar, cantar, sintonizar e desconcertar-se dos outros, definem a sua prática das últimas quatro décadas, No concerto está também o baixista Melvin Gibbs e promete ser um acontecimento imprevisível". O concerto está agendado para 8 de novembro, às 19 horas, no CCOP.

Outro dos destaques do programa será no âmbito do "Imaginários" e decorre ainda este mês, no dia 21, às 19 horas, no Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett.

"Uma história da Aia de Olympia", de Claudia Rankine, que parte de uma investigação da historiadora de arte Denise Murrell, sobre o quadro "Olympia" (1863), de Édouard Manet, e o conceito de "fabulação crítica" de Saidiya Hartman, "como plataformas para discutir o trabalho de poetas e artistas contemporâneos que também veem esta pintura/objeto como lugar de intervenção", contou a responsável.

Filipa Ramos, confessou ter uma especial adoração por este quadro e estar "muito curiosa pela interpretação que será feita do gato preto da aia".

No âmbito da "Arte é Ciência", "Metamorphosis", do filósofo Emmanuelle Coccia, é o grande destaque, com uma abordagem sobre as transmutações de cada ser vivo. O evento está marcado para 11 de novembro, às 19 horas, no Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett.

Relação entre arte e ecologia

A instalação "A fundo na paisagem" incluída no "Pasto e Pasto", de Sara Rodrigues e Rodrigo Camacho -coletivo Landra- nome de homenagem às bolotas que cultivam em Cabeceiras de Basto, onde se instalaram, depois de uma desiludida passagem por Londres, "onde locais como Canary Wharf" se tornaram "sufocantes", abre a programação no CCOP.

Este sábado, a partir das 10 horas, a dupla irá lecionar um workshop, onde os formandos poderão repensar "a forma como o que comemos hoje se impõe sobre a paisagem futura", referiram. A dupla Landra explicou que recorreu a uma "regra do PDM do Porto, em que 30% de cada zona urbana tem de ser despermeabilizada" e partiram manualmente, com picaretas, uma fração de 26 metros do pátio do CCOP, para prepararem o espaço com cascalho e compostos, para ser semeado, e mais tarde consumido.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG