Candidaturas

Conheça shortlist da Capital Europeia da Cultura 2027

Conheça shortlist da Capital Europeia da Cultura 2027

Aveiro, Braga, Évora e Ponta Delgada passaram à fase final do processo de candidatura a epicentro da cultura europeia em 2027.

Doze cidades portuguesas tinham manifestado vontade de se tornarem Capital Europeia da Cultura em 2027, título que será divido com uma cidade da Letónia. Divulgada ontem à tarde, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, a shortlist para a segunda fase das candidaturas, e perante a euforia das equipas presentes, foram apuradas quatro cidades: Ponta Delgada, Braga, Aveiro e Évora. Ou seja, um terço das que se candidataram. Fora da corrida ficaram Faro, Funchal, Vila Real, Coimbra, Guarda, Leiria, Oeiras e Viana do Castelo.

Beatriz Garcia, presidente do júri internacional, agradeceu a participação das equipas e salientou "a dimensão poética de todas as candidaturas e o interesse pela língua portuguesa". A responsável acrescentou que o facto de existirem 12 candidaturas a concurso é "revelador do dinamismo e das ambições portuguesas, tendo sido muito complicado, especialmente na última semana, fazer a seleção".

Sombra russa

Sofia Moreira Sousa, representante da Comissão Europeia, realçou "a importância do evento para a cultura e para a União Europeia", especialmente "num contexto tão sombrio de crise e de violação do direito internacional por parte da Rússia". No mesmo tom, a ministra da Cultura, Graça Fonseca, disse que o tempo em que estes projetos arrancaram era "muito diferente, não era o mesmo tempo que estamos a viver atualmente, especialmente o das duas ´últimas semanas".

Sobre as candidaturas, a responsável pela tutela enalteceu o investimento de todas as equipas e prometeu "acompanhar o esforço", explicando que o dossiê é muito exigente e consolida estratégias das cidades de Portugal no Mundo, o que se traduz "numa vontade local de arriscar novos diálogos e de muita esperança no tecido cultural português".

Findo o anúncio, algumas candidaturas excluídas maifestaram-se. Luís de Matos, comissário de Coimbra, disse: "Estamos certos de que esta candidatura foi apenas o rastilho para tornar a cidade numa referência cultural a nível nacional e internacional". Rogério Bacalhau, autarca de Faro, afirmou: "O resultado obtido não significa que vamos parar. O caminho está iniciado, há que continuar a trabalhar".

PUB

A seleção final terá uma etapa no outono, altura em que o júri visitará as quatro cidades e decidirá quem será a cidade eleita como Capital Europeia da Cultura. A cidade vencedora receberá 25 milhões de euros para aplicar no projeto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG