Concurso

Luc Descheemaeker vence Porto Cartoon

Luc Descheemaeker vence Porto Cartoon

O cartoonista belga Luc Descheemaeker foi o grande vencedor do Porto Cartoon 2019, anunciou, esta segunda-feira de manhã, a organização.

"Existem no Mundo 6000 idiomas e 2600 correm o risco de desaparecer", sublinhou Luiz Humberto Marcos, diretor do certame, que teve este ano como tema central "Línguas e Mundo". O concurso tinha ainda outras duas categorias:"Fernão de Magalhães" e "Bob Dylan".

Luc Descheemaeker, uma sátira sobre Donald Trump que o compara a um camaleão, venceu o grande galardão deste ano. O segundo prémio foi para Mojnir Mihatou, da Croácia, e o terceiro prémio para David Vela, de Espanha.

Na categoria "Fernão de Magalhães", que teve grande participação de desenhadores portugueses, o primeiro prémio foi para o Pedro Ribeiro Ferreira, que apresenta o navegador a comer o Mundo como uma maçã. O segundo prémio foi atribuído a Reza Ghorbanian, do Irão, e os terceiros prémios aos portugueses Vitor Neves e Aurélio Mesquita.

No prémio que destaca a figura de Bob Dylan, foi o brasileiro Luiz Carlos Fernandes quem venceu. Os segundos prémios foram atribuídos a David Rowe, australiano, e ao veterano português multipremiado no certame, Santiagu. Em terceiro lugar ficou o desenho de Omar Figueroa Turcios, colombiano residente em Espanha.

Nesta 21ª edição, concorreram ao certame 660 cartoonistas, com mais de 2600 trabalhos, com proveniências cada vez mais distribuídas geograficamente. Nesta edição houve a participação de cinco nacionalidades que até hoje nunca tinham estado presentes: Bangladesh, Jordânia, Iraque, Honduras e Paquistão.