1936-2019

Morreu o antigo jornalista do JN Manuel Gomes de Almeida

Morreu o antigo jornalista do JN Manuel Gomes de Almeida

O antigo jornalista e chefe de Redação Manuel Gomes de Almeida, que passou pelos jornais "O Comércio do Porto", "O Jogo" e "Jornal de Notícias" (JN), morreu quarta-feira, aos 83 anos.

Nascido em Gaia e com morada no Porto, o seu percurso iniciou-se no "Comércio", onde foi admitido em 1952 e onde já trabalhava o pai como fotógrafo. Seguiu-se "O Jogo", onde esteve na equipa da fundação e foi, tal como no anterior jornal, chefe de Redação.

No JN, foi depois integrado na Redação com funções na secção Norte/Sul/Autarquias, em 1986.

Foi em 1991 que o Conselho de Administração deliberou, sob proposta da Direção do JN, criar o cargo de secretário de Redação e nomear Manuel Gomes de Almeida para esta função. A tarefa então definida era a de coordenar todo o trabalho da Redação na ausência do editor-chefe e dos editores das diferentes secções.

Terminou o percurso no JN nas publicações especiais e reformou-se em 1993.

O jornalista Couto Soares trabalhou com ele nos três jornais, incluindo na Secretaria da Redação do JN. "Era muito exigente, até com ele próprio", recordou. E "era muito empenhado nos problemas do Porto, da vida da cidade e das suas histórias". Além disso, Couto Soares lembra que estava "sempre à procura de coisas antigas como ponto de partida para novas histórias". E passava "muito tempo" com o seu arquivo e jornais antigos.

O único filho, Nuno Almeida, recordou as vezes que almoçou com o pai no JN. E destacou o vasto arquivo que foi construindo aos poucos e guardou em casa.

O funeral realiza-se sexta-feira às 10.15 horas na Igreja da Lapa, Porto, e o velório hoje a partir das 15 horas.

Outros Artigos Recomendados