Óbito

Morreu Cruzeiro Seixas, um dos nomes maiores do surrealismo português

Morreu Cruzeiro Seixas, um dos nomes maiores do surrealismo português

Faleceu este domingo no Hospital de Santa Maria, em Lisboa. Notícia da morte foi avançada este domingo pela Fundação Cupertino de Miranda. Artista completaria 100 anos no próximo mês de dezembro.

"É com pesar que informamos que o Mestre Cruzeiro Seixas faleceu hoje, 8 de novembro de 2020, no Hospital Santa Maria, Lisboa. A Fundação Cupertino de Miranda lamenta profundamente a perda deste vulto da Cultura Nacional, que apoiou e acompanhou ao longo dos anos", informou a instituição no Facebook.

Além de ser considerado um dos maiores nomes do surrealismo português, Cruzeiro Seixas foi autor de uma vasta obra no campo das artes plásticas, mas também na poesia e na escultura.

Em outubro, foi condecorado pela ministra da Cultura com a Medalha de Mérito Cultural. Na altura, Graça Fonseca sublinhou que "a vida e obra de Cruzeiro Seixas, decano da arte portuguesa e um dos grandes nomes do surrealismo europeu", representavam "um contributo incontestável para a cultura portuguesa".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG