Artes/Etc

PortoCartoon 2021 com Festa da Caricatura pelas ruas do Porto

PortoCartoon 2021 com Festa da Caricatura pelas ruas do Porto

A 23.ª edição do PortoCartoon arrancou esta sexta-feira com a inauguração da exposição e entrega de prémios, estendendo-se por um fim de semana de atividades.

A exposição do PortoCartoon 2021 inaugurou hoje, com uma cerimónia de abertura no Museu Nacional da Imprensa. Os prémios desta 23.ª edição são também entregues, com a presença de vários artistas. Numa edição dedicada ao tema "Saúde" e com mais de 2700 participações, o brasileiro Cau Gomez foi o grande vencedor desta edição.

Os troféus foram desenhados por Siza Vieira.

A celebração prolonga-se pelo fim de semana, sábado 27 e domingo 28, com uma Festa da Caricatura a realizar-se na Estação de São Bento e ainda pela Rua da Fábrica e Rua de Cândido dos Reis, transformadas em ruas PortoCartoon.

A mostra ficará patente na Galeria Internacional do Cartoon até ao final de março de 2022.

Devido ao grande número de participações há também uma mostra virtual que será articulada com os desenhos expostos no Museu Nacional da Imprensa.

Vencedores

PUB

A edição deste ano contou com mais de 2700 obras a concurso, de cerca de 500 artistas, oriundos de 64 países. O ilustrador Cau Gomez, pseudónimo de Cláudio Antônio Gomes) foi o grande destaque com a obra "A peste", uma "metáfora de humor negro sobre as ameaças do tempo presente", lê-se na nota da organização. Em setembro, o PortoCartoon atribuiu-lhe o Grande Prémio. Já em 2002, Gomez recebeu o Grande Prémio do PortoCartoon, numa edição sob o tema "Ecoturismo". Em 2018, este autor conquistou o terceiro lugar na mesma categoria, num ano dedicado a "Limpar o Planeta".

Tony Tasco, da Bélgica, recebeu o segundo prémio. O terceiro lugar foi atribuído a Luis Fernando Echeverri, da Colômbia. Houve ainda dois prémios especiais de caricatura, centrados nas figuras do ativista político pelos direitos civis dos Estados Unidos Martin Luther King, e na pianista Maria João Pires: o cartoonista indiano Shankar Pamarthy arrecadou o primeiro prémio com uma caricatura de King e o segundo prémio no caso da pianista; já o português Aurélio Mesquita conseguiu o galardão principal relativo a Maria João Pires.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG