Taça da Liga

Amorim: "Fomos para o intervalo a vencer justamente mesmo com aquele lance esquisito"

Amorim: "Fomos para o intervalo a vencer justamente mesmo com aquele lance esquisito"

Ruben Amorim considerou que o Sporting foi um justo vencedor e justificou a ausência de Pedro Porro na equipa titular.

"Na primeira parte estivemos muito bem, com várias oportunidades, não deixámos o Arouca atacar, tirando o penúltimo lance. Gostei muito, a forma como rodámos a bola, como criámos espaço. Tivemos oportunidades de fazer golo com a bola a correr, não conseguimos. Fomos para o intervalo a vencer justamente, mesmo com aquele lance esquisito. Estamos numa fase que não podemos dar nada ao adversário. Houve o golo do Arouca e depois voltámos a tomar conta do jogo, não com tantas oportunidades como na primeira parte, mas acabámos por vencer justamente", começou por dizer Ruben Amorim.

PUB

Já na conferência de imprensa, o treinador do Sporting abordou a lesão de Paulinho - "ainda não sei de nada mas do que me disseram não deve ser nada de grave" - e o facto de Pedro Porro ter começado o jogo no banco.

"Porro ficou de fora porque já teve muitas dificuldades contra o Vizela, foi um risco deixá-lo tanto tempo em campo. E mesmo hoje 20 minutos foi arriscado. Entrou porque tinha de entrar, precisávamos de um jogador desequilibrador. Vamos ver como será sábado. Esgaio entrou, é jogador da nossa equipa, confio muito nele. Esteve muito bem na primeira parte e na segunda sentiu-se cansado. Se o Porro vai jogar a final? Não faço ideia. Ainda não fechou o mercado. Não posso garantir nada, não garanto nada por nenhum jogador. A ideia que me transmitiram é que só sai pela cláusula", concluiu.

O Sporting venceu (2-1), esta terça-feira, em Leiria, o Arouca e garantiu um lugar na final da Taça da Liga. Paulinho, com um bis, e Oday Dabbagh marcaram os golos do encontro marcado por uma primeira parte polémica. O clube de Alvalade, que já venceu a Taça da Liga por quatro vezes, em 2017/18, 2018/19, 2020/21 e 2021/2022, vai marcar presença na final pela sétima vez, enfrentando no jogo decisivo o vencedor da partida entre o campeão nacional F. C. Porto e o Académico de Viseu, da II Liga, que se disputa na quarta-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG